ECOARTIGOS

BIODIVERSIDADE

Eram 169 pulgas, 38 carrapatos e 75 piolhos. Todos moravam num cão de rua. Naquele "planeta" os carrapatos  preferiam o interior das orelhas, os dedos, a cernelha e as axilas. No dorso, lombo e abdômen viviam as pulgas.
Os piolhos no restante.
O cão era uma coceira só. Sugavam o sangue inoculando-lhe uma saliva irritante. Dia e noite, domingos e feriados.
Um dia alguém percebeu que o alimento estava caindo de qualidade - um sangue ralo e cada vez mais cor-de-rosa. Seria necessária uma assembléia de todos os moradores.
Na semana seguinte teve início a I Conferência Planetária do Meio Ambiente. O fórum escolhido foi o dorso do animal.
Compareceram 292 pulgas, 94 carrapatos e 101 piolhos. Após a aprovação do regimento da Conferência, uma pulga fez uso da palavra:
- Senhoras e senhores, tenho notado uma drástica diminuição dos nossos recursos naturais. O planeta está anêmico!
- As culpadas são vocês mesmos suas pulgas imediatistas... atacou uma fêmea de carrapato entumescida de sangue.
- Que nada, nós até sabemos reciclar...
- Não entendi, interpelou um piolho.
- Nossas larvas, futuras pulgas, são alimentadas com nossos próprios dejetos... isto é ou não é reciclagem?
- Acho que tudo é uma questão política, completou outro carrapato.
E a reunião prosseguiu acalorada.
De repente o "planeta" começou a balançar...
- Efeito estufa? Aumento da temperatura global? Queimadas? Terremotos? Ou efeito do buraco na camada de ozônio?
Na verdade era o cão que se coçava desesperadamente num solitário jequitibá...
Ouvindo toda a discussão a árvore tentou ajudar:
- Gente! Vocês já ouviram falar em "desenvolvimento sustentável"?
Todos silenciaram para escutar.
- Antigamente essa praça era uma floresta. Inúmeras árvores de variadas espécies. Produzíamos flores, frutos, abrigos, sombra e madeira. As folhas mortas e os restos dos animais se decompunham rapidamente com a ação do calor e da umidade freqüente. Assim todos os nutrientes eram devolvidos à terra-mãe, alimentando-nos e possibilitando o nascimento de novas plantas. Tudo aqui era biodiversidade. Existiam orquídeas, bromélias, cipós e toda a vida animal. As copas amenizavam a queda da chuva que suavemente deslizava entre os galhos. Não havia erosão. De vez em quando cortavam algumas árvores.
Nem precisavam reflorestar. Nós mesmas fazíamos o replantio com a ajuda dos morcegos, frugívoros, cutias, gralhas, borboletas, beija-flores e até do vento. Assim a floresta se AUTO-SUSTENTAVA.
Mas um dia começaram a desmatar além da conta... logo fiquei sozinha. hoje virei mictório de cães e de gente.
As minhas folhas são impiedosamente varridas. Não têm mais o direito de apodrecer ao pé da árvore-mãe...
- Mas afinal o que é desenvolvimento sustentável? - perguntou um piolho aflito.
- É cada um sugar sem exageros o alimento e dar tempo ao "planeta" de se recuperar...
- Vamos ter que produzir economizando, lembrou um carrapato demonstrando preocupação - afinal todos nós  podemos jejuar mais de um mês...
E a plenária efervesceu. Foram criados manifestos e leis ambientais. Publicaram a "Carta dos Ectoparasitos".
Elegera-se delegados. Todos se comprometeram...
Ao final dos debates já haviam 3.090 pulgas, 2.348 carrapatos, 2.251 piolhos...
No dia seguinte, o cão morreu.
Para refletir: O que você concluiu com o texto? O que você entende por Desenvolvimento Sustentável? E por Sociedade Sustentável ? O homem foi feito para a economia ou a economia foi feita para o homem? O que você acha melhor Desenvolvimento Sustentável ou Sociedade Sustentável que possui um Desenvolvimento Econômico Sustentável e realiza outras atividades de forma Sustentável ? O que você entende por Educação Ambiental? E Ecoturismo? Qual a relação que você acha que existe entre Sociedade Sustentável, Educação Ambiental e Ecoturismo? O que você entende por Agenda 21 local? Se você ainda não participa que tal participar de projetos para uma Sociedade Sustentável, sejam de Educação Ambiental, Ecoturismo ou outro? Que tal implementar a Agenda 21 local na sua escola, e/ou faculdade, e/ou bairro, e/ou empresa? Você acha que os políticos, governantes e representantes farão algo, para que a realidade mude, tendo em vista que eles são eleitos em função das eternas promessas de ações e mudanças? Procure as ações já em andamento que pode colaborar e participe delas ou inicie alguma ação. Mãos a obra!
Sem: 1) a realização do planejamento familiar, 2) redução do consumo dos que consomem muito, 3) aumento do consumo dos que não consomem nada, 4) reutilização e reciclagem em larga escala, 5) produção e consumo de alimentos orgânicos, 6) a preservação e conservação do que ainda resta dos ecossistemas, 7) utilização dos recursos naturais abaixo da capacidade de reposição da natureza e 8) meios de transporte não baseados na queima de combustível fóssil, isso só para começar, o nosso cão (planeta Terra) em breve começara a estribuchar. Muito já foi falado, discuto, debatido sobre o tema. Muitas viagens, turismo e festivais gastronômicos já foram realizados por conta do assunto. Para aqueles que ainda não estão agindo a hora é essa. "O homem é um peregrino dinâmico numa história que se constrói com sua participação ou se ressente de sua omissão."(DANNUS).
Somos responsáveis pelo que fazemos de bom e ruim mas também pelo que deixamos de fazer de bom e ruim. Nada será esquecido. Boa sorte, e muito planejamento e principalmente ação para todos.
Pense, converse, pesquise e escreva sobre isso. Boa produção!

Prof. André Micaldas Corrêa, Biólogo e Guia de
Ecoturismo.