ECOARTIGOS


RISCOS PARA A SAÚDE E PARA O MEIO AMBIENTE

O assunto “transgênicos” é polêmico, daí a importância de fazer um alerta para os possíveis e desconhecidos riscos à saúde humana e ao meio ambiente.
Os transgênicos são organismos resultantes do cruzamento de material genético de espécies diferentes, onde o gene de uma espécie (vegetal, animal, bactéria ou vírus) é inserido em outro organismo. São seres que não passaram pelo processo natural de evolução das espécies, sendo simplesmente lançados na natureza, o que certamente provocará um desequilíbrio e um grande risco para o ambiente natural.
As megaempresas que propagam os transgênicos usam uma série de argumentos para convencer a opinião pública da importância e necessidade deles, no entanto, a maioria dos argumentos usados não tem fundamentação, sendo verdadeiros mitos criados para propagandear uma mercadoria com clara intenção comercial. Uma delas seria o aumento na produtividade, mas os transgênicos são, normalmente, menos produtivos que os cultivos normais, em alguns casos, as produtividades se equivalem, portanto, não resolverão o problema da fome. Segundo a ONU, há comida no mundo suficiente para todos, sendo necessária sim, uma melhor distribuição e menos desperdício, o que torna o problema de solução político-administrativo e não genético.
Além dos riscos para a saúde humana, existem graves riscos para o meio ambiente que devem ser conhecidos:
- Segundo os produtores de transgênicos o uso de agrotóxicos seria menor, mas na prática, têm aumentado. Com o tempo, as pragas e ervas daninhas que normalmente invadem as lavouras podem adquirir a mesma resistência, o que implicará no uso de maiores e mais fortes doses de defensivos e como conseqüência aumentará a poluição de águas e solos e da quantidade de substâncias tóxicas nos alimentos.
- A introdução de organismos geneticamente modificados, em larga escala, poderá resultar na redução da biodiversidade natural. O risco de contaminação de safras agrícolas convencionais pelo cruzamento com transgênicas é grande (a polinização pode se das por vento ou outros agentes naturais), já que as possibilidades de um controle adequado são mínimas. Isso pode afetar as bases naturais de uma determinada região e quem vai se responsabilizar por isso?
- Além desses riscos, o cultivo de transgênicos pode trazer prejuízos à economia brasileira. Na atual situação, os países que conseguirem resistir à liberação dos transgênicos terão mercado de produto convencional garantido, com um preço acima da média.
Para o caso dos transgênicos, deve ser adiada qualquer liberação no ambiente ou para consumo humano e animal, até que possamos ter segurança absoluta de que estes organismos não causarão mais danos à saúde e ao meio ambiente. O que precisamos é de mais pesquisas, pois é fato que sabemos muito pouco sobre prováveis impactos negativos dos organismos geneticamente modificados.